Histórico

 

A Sociedade Chauá teve seu início informal em 1998, com a criação do "Grupo Chauá", formado por acadêmicos de Engenharia Florestal movidos por ideais ambientalistas e pelo espírito de aventura. O nome foi escolhido em homenagem ao papagaio-de-cara-roxa ou papagaio-chauá (Amazona brasiliensis), ave símbolo do Lagamar Paranaense e ameaçada de extinção principalmente pela ação criminosa dos traficantes de animais. Ainda em 1998, o grupo realizou o "Projeto Chauá - Relatando as Belezas do Lagamar Paranaense" visando divulgar a prática dos esportes de aventura, sua relação obrigatória com a conservação ambiental e também seu grande potencial como facilitadores da integração equilibrada com culturas tradicionais. A divulgação dos resultados e as atividades de conscientização ambiental relativas a este projeto prosseguiram pelos dois anos seguintes.

 

Em 2002 o grupo deu início ao projeto "Expedição Guayrá - Rio Paraná, Suspiros de Beleza de um Sobrevivente", o qual foi igualmente divulgado através de exposições, palestras e veiculação em diversos meios de comunicação. Ao final de 2003, ano marcado pelo amadurecimento das idéias e dos objetivos do grupo, finalmente fundou-se formalmente a Sociedade Chauá, após 6 anos de existência informal. Desde sua criação esta associação vem enriquecendo sua equipe com a inclusão de novos integrantes. Atualmente constitui um grupo positivamente heterogêneo com diferentes experiências profissionais e de vida. Este acréscimo no quadro de sócios permitiu a ampliação na área de atuação e também o aumento na produtividade da Sociedade Chauá, que conta com projetos em diferentes âmbitos da conservação ambiental.