Textos Chauá

Nossos colaboradores escrevem textos para reflexão, entretenimento e divulgação de informações em prol da conservação ambiental.

Saudade das Florestas (Longing for a lost forest)

Pablo Hoffman

Version in english here:

Hoje eu acordei com saudades. Saudades da floresta que nem tive tempo de conhecer a fundo. Da floresta que, quando avisto depois de uma longa viagem, me traz aquela sensação gostosa de estar chegando em casa. A Floresta com Araucária. Ela é uma floresta única, onde a araucária, com seu formato de candelabro e suas folhas verde escuro fazem uma combinação inigualável com o verde mais claro de outras espécies.

A contaminação biológica por plantas exóticas invasoras

Christiane Tigges

Plantas exóticas são aquelas que foram introduzidas em determinado ambiente sendo, no entanto, originárias de outras regiões ou países. Às vezes, estas plantas se adaptam tão bem que se proliferam e avançam sobre a vegetação nativa, podendo causar grandes desequilíbrios ecológicos.Quando isso acontece, a planta passa a ser considerada invasora.

A HISTÓRIA DE SIBI

André C. F. Sampaio

Lembro-me de ter conhecido Sibi assim que ela nasceu. É sempre emocionante presenciar um nascimento, mas o fato é que não só vi Sibi nascer como também vi ela crescer e se desenvolver.

Nasceu delicada e frágil, tendo ainda que enfrentar muitas dificuldades na infância. A alimentação era precária e tinha de ser dividida entre muitos. Faltavam também carinho e atenção. Mesmo com tudo que sofreu no início da vida, Sibi sempre foi cheia de boas ações.

O retorno as raízes

Christiane Tigges

Impressionantes avanços, com destaque para as áreas da tecnologia e comunicação marcaram estas últimas décadas. O homem se colocou num pedestal diante da natureza e a cada nova descoberta aumentam, o tamanho deste pedestal e os aplausos da comunidade globalizada. Vive-se um êxtase no qual sentimo-nos confortados com a ilusão de que seremos capazes de achar uma solução para todas as interferências que geramos no meio ambiente. Considerando a longínqua distância que nos separa do equilíbrio da natureza, faz a idéia, de que o ser humano está no topo da hierarquia dos seres vivos, parecer uma ironia.

O triste Fim

Pablo Hoffmann

"...da floresta que nossos antepassados obtinham o sustento, a moradia, o mobiliário e a energia, a devastação representa, além da enorme perda em biodiversidade, o desaparecimento do símbolo da Terra dos Pinheirais"

COMO COMEMORAR O DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE em 05 de junho?

Sociedade Chauá 03/06/2013

A data foi criada em 1972, na conferência das Nações Unidas promovida pela ONU, a fim de tratar de assuntos ambientais, que dizem respeito a todo o planeta.

A conferência reuniu 113 países e 250 organizações não governamentais, tendo como pauta principal, a degradação que o homem tem causado ao meio ambiente e os riscos para sua sobrevivência, reconhecendo que a diversidade biológica deveria ser preservada acima de qualquer possibilidade.

Portanto, há 41 anos que oficialmente já se fala em biodiversidade, em sustentabilidade e redução de impacto. No entanto, no Brasil, apesar de alguns avanços, a atividade exploratória e má administração dos recursos naturais ainda está longe de ser sustentável. Infelizmente a aprovação da nova lei ambiental (Lei 12.651/2012) é um marco lastimável e retrógrado que em nada contribui para um avanço mais decisivo na preservação do patrimônio natural que nos resta.

REABERTURA DA ESTRADA DO COLONO - uma ameaça à única floresta preservada de tamanho razoável, no sul do país.

Sociedade Chauá 04/04/2013

Em 2010 o Deputado Assis do Couto/PT criou o PL 7123/2010 que propõe a reabertura da Estrada do Colono, fechada em1986. A estrada cortava o PN Iguaçú, unindo Medianeira, via Serranópolis do Iguaçu à Capanema. 

 

HOJE É DIA DO MEIO AMBIENTE e pouco temos a comemorar

Sociedade Chauá 05/06/2013

Já se passou um ano, e pouco aconteceu para a implementação do novo código ambiental, desastroso, aprovado, entre outros motivos, porque era muito mais fácil de ser aplicado!

Através desta aprovação, criou-se uma demanda burocrática como o CAR (Cadastro Ambiental Rural), o que significa que os 5 milhões de imóveis rurais do Brasil, precisam ser cadastrados antes que se chegue ao próximo passo, que é o PRA (Programa de Regularização Ambiental). Não há funcionários para atender esta demanda no prazo oficial que é de 2 anos, nem para elaborar planos de regularização, e assim tudo fica parado.

E enquanto se pensa em como aplicar esta nova lei, nossas nascentes, lençóis subterrâneos e florestas estão mais desprotegidos e vulneráveis do que nunca, e agricultores e proprietários rurais ficam ao sabor de suas próprias decisões e atitudes, livres da preocupação com desmatamentos ilegais e da restauração.

É um triste retrocesso, do qual a maioria dos brasileiros nem tomou conhecimento!

Visita de alunos da Universidade Tuiuti no Viveiro Chauá

Sociedade Chauá

 

No dia 23/05 o Viveiro Chauá recebeu a visita de acadêmicos do curso de Ciências Biológicas da Universidade Tuiuti do Paraná. Os alunos, juntamente com a Prof. Áurea Ferriani, assistiram a uma palestra sobre o histórico, os objetivos e os projetos da Sociedade Chauá, as práticas em nosso Viveiro, a conservação da Floresta com Araucária e suas espécies. Depois foram conhecer a estrutura do Viveiro e o Jardim de Espécies Nativas. 
A visita foi bastante produtiva para a Sociedade Chauá, que pode assim divulgar suas ações de conservação da natureza. Participaram da organização do evento os sócios Christiane, Christopher, Marília, Marcelinho e Pablo.

UM GOLPE MORTAL PARA AS FLORESTAS BRASILEIRAS

Christiane Tigges

O Deputado ALDO REBELO é o relator do Projeto de Lei 1876/99, que em uma comissão especial, foi aprovado para ser o texto principal a ser votado, futuramente e definitivamente, como substitutivo do Código Florestal atual.. 

 

The task of conserving threatened species of the araucaria forest in Paraná

Pablo Hoffmann e Maran Lechner 12/03/2014

The araucaria forest is a unique ecosystem of the Brazilian Atlantic forest, found in southern Brazil. It is scientifically classified as mixed ombrophilous forest, with araucaria pines (Araucaria angustifolia) as its distinctive elements. Originally distributed over 7 million hectares in Paraná state, nowadays this ecosystem is highly fragmented, with less than 1% remaining. 

A Luz e a Escuridão

André Sampaio 10/05/2014

(Texto para reflexão sobre a cegueira existente no mundo. Todos somos cegos de alguma maneira.)

Lucas era cego de nascença. Sempre viveu na escuridão, às vezes tinha a impressão de ver vultos na escuridão, mas era ilusão, pois até para existir vultos precisava-se da luz.

Ele ouvia histórias sobre a luz, sobre as nuvens, sobre as cores, sobre o céu e sabia que por mais forte que fosse sua imaginação jamais chegaria perto do que realmente eram todas aquelas coisas.

Please reload