Projetos Chauá Financiados por Editais

Conservando o butiá (Butia eriospatha) em comunidades rurais próximas ao Rio Iratim.

Ano de início: 2021

Ano de término: 2022

Financiadores: Elera Renováveis (projeto está em processo de análise para financiamento)

Espécies foco: Butia eriospatha

Resumo:

Na região de Palmas, PR ocorre Butia eriospatha, uma palmeira ameaçada de extinção de amplo potencial econômico (alimentos, artesanato, paisagismo e restauração). Sabendo que é considerada um entrave ao cultivo da terra em assentamentos de reforma agrária da região, esse projeto intenta mitigar a questão. Anteriormente, oficinas de sensibilização evidenciaram o interesse da comunidade para o uso sustentável da espécie, agora, pretende-se capacitar assentados para o manejo e professores para que desenvolvam nas escolas questões socioambientais sobre a espécie. Em paralelo se executará coleta de sementes e monitoramentos in loco e por sensoriamento remoto da espécie. Espera-se a redução de supressões de indivíduos e o aumento da renda dos assentados. As atividades seguirão protocolos oficiais de prevenção ao COVID-19, com reuniões realizadas prioritariamente de forma remota e quando presenciais preferencialmente ao ar livre, respeitando-se o distanciamento social e o uso de EPIs.

Perpetuação de populações de espécies ameaçadas: produção de mudas voltada ao aumento da variabilidade genética de espécies ameaçadas de extinção da Floresta com Araucária

Ano de início: 2020

Ano de término: 2022

Financiadores: Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza (FGBPN)

Espécies foco: Cedrela fissilis (cedro), Inga lentiscifolia (ingá), Ocotea porosa (imbuía), Colletia paradoxa (cruzeiro), Ocotea odorifera (canela-sassáfras), Quillaja brasiliensis (saboneteira) e Curitiba prismatica (caviúna).

Resumo:

Esse projeto vem lapidar nosso cadastro de matrizes em relação à variabilidade genética, visando garantir a continuidade de espécies importantes de nossa produção em longo prazo. Uma das medidas usuais para se verificar representatividade genética é o Tamanho Efetivo de População (Ne), que quanto maior melhor será a chance de sobrevivência da espécie. Para Vencovsky (1987) um Ne de 50 indivíduos pode garantir a conservação genética para até 10 gerações. Dessa forma, objetiva-se no projeto atingir um Ne de 50 indivíduos em coletas de sementes nas matrizes de 7 espécies da Floresta com Araucária oficialmente ameaçadas: Cedrela fissilis, Inga lentiscifolia, Ocotea porosa, Colletia paradoxa, Ocotea odorifera, Quillaja brasiliensis e Curitiba prismatica. As sementes serão utilizadas para a produção de 21.000 mudas das espécies-alvo, no viveiro Chauá e em viveiros parceiros. As mudas serão destinadas para plantios de restauração e enriquecimento, sendo grande parte utilizada para formação de Área de Coleta de Sementes (ACS) e ou Pomares de Sementes (PS). Para se atingir os resultados será necessário verificar entre 12 a 50 matrizes de cada espécie nas épocas favoráveis, coletar sementes em quantidades similares de cada matriz, distribuir as sementes entre viveiros e produzir as mudas. Ao final se conseguirá definir o Ne que foi atingindo por espécie. Além das mudas produzidas e plantadas, a metodologia utilizada será base de futuras pesquisas de cunho genético e tecnológico.

Ações emergenciais para salvar da extinção duas espécies de mini-butiás endêmicos dos campos naturais do Paraná

Ano de início: 2020

Ano de término: 2022

Financiadores: Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza (FGBPN)

Espécies foco: Butia microspadix e Butia pubispatha 

Resumo:

Duas espécies endêmicas de palmeiras dos campos naturais do Paraná correm sérios riscos de extinção: Butia microspadix Burret - VU e Butia pubispatha Noblick & Lorenzi (em processo de análise de risco de extinção, podendo se enquadrar como CR). Dados advindos do projeto FGBPN1124_20181 (em andamento) demonstram a situação extrema que ambas as espécies se encontram. Neste projeto, para B. microspadix foram constatadas 8 áreas com populações, sendo a maior parte em Unidades de Conservação (UC), e perfazendo cerca de 1.700 indivíduos. A segunda espécie, consta apenas uma população de aproximadamente 1.000 indivíduos concentrada em propriedade particular em meio um recente plantio de Pinus sp. (espécie exótica e invasora), esta população (talvez a única da espécie) encontra-se condenada ao desaparecimento caso nenhuma ação de conservação seja implantada nos próximos dois anos. Esse projeto pretende estabelecer medidas práticas para a conservação dessas espécies de forma urgente: articulação com proprietários de terras para permissão de manejo, estudo e negociação com UCs para estabelecimento de locais para reintrodução, translocação de indivíduos presentes em área de ameaça iminente para UCs ou para áreas de maior chance de sobrevivência, coleta de sementes, produção de mudas em viveiro, plantios de enriquecimento e monitoramento em UCs.

Fortalecimento e aumento do processo de restauração de espécies ameaçadas na região da Floresta com Araucária no sul do Brasil

(Strengthening and increasing the restoration process of threatened species within the Araucaria Forest region in southern Brazil)

Ano de início: 2020

Ano de término: 2023

Financiadores: Fondation Franklinia

Espécies foco: Todas as espécies raras e ameaçadas produzidas no viveiro. 

Resumo:

Este é um projeto de múltiplas espécies focado na Floresta com Araucária e nos campos naturais do sul do Brasil, os ecossistemas mais degradados do mundo (menos de 1% dos remanescentes primários). Muitas espécies de plantas estão altamente ameaçadas, decorrentes da degradação contínua, espécies invasoras, pastagem de gado e fogo. Desde 2011, nossa iniciativa de conservação de espécies passou de tímida para referência na conservação de plantas nativas, o projeto é apoiado pela Campanha Global de Árvores e inclui mapeamento de árvores, coleta de sementes, produção e reintrodução de mudas, conscientização e disseminação de conhecimento. Com o apoio da Fundação Franklinia, pretendemos dar continuidade à conservação das espécies com foco em mais de 215 espécies (80 raras ou ameaçadas), aprimorando a busca por árvores matrizes, produzindo e plantando mudas, influenciando os viveiros parceiros e interessados, além de influenciar no desenvolvimento dos planos nacionais de conservação das espécies. O desafio é dar continuidade à conservação das espécies e dos ecossistemas no cenário político de todo o país, evitando também a falta de recursos nos próximos anos.

Sumary:

This is a multiple species project which will take place in Araucaria Forest and the natural grasslands in south of Brazil, containing more than 350 tree species, is one of the world most degraded ecosystems (less than 1% of primary remnants). Many plant species are highly threatened, resulting from the continuous degradation, invasive species, cattle grazing and fire. The Sociedade Chauá is a nongovernmental organization funded in 2003, our mission is promote the flora and natural ecosystems conservation. Since 2011, the initiative for species conservation become from a timid initiative into a reference in native plants conservation, the project is supported by the Global Trees Campaign and includes mapping trees, seed collection, seedling production and reintroduction, awareness and knowledge dissemination. With the support of Franklinia Foundation, we intend to carry on the species conservation focusing on more than 215 species (80 rare or threatened), improving the search for mother trees, producing and planting seedlings, influencing partner nurseries and stakeholders as well influencing on the development of the national plans for species conservation. The challenge is to carry on the species and ecosystems conservation on political scenario across the country, also avoid a lack of funds within the next years.

Palmeiras endêmicas de campos de altitude no sul do Brasil: Modelagem de ocorrência e ações emergenciais para sua conservação

Ano de início: 2019

Ano de término: 2021 (finalizado)

Financiadores: Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza (FGBPN)

Espécies foco: Butia eriospatha, Butia exilata, Butia microspadix, Butia pubispatha Trithrinax acanthocoma.

No vídeo uma das viagens que geraram os resultados.

Resumo:

Os campos de altitude do sul do Brasil são ecossistemas relictos altamente ameaçados pelas mudanças no uso da terra. Consequentemente, as espécies de palmeiras restritas a esses ecossistemas têm sofrido significativos declínios populacionais. Dessa forma, é urgente o levantamento de informações sobre a situação das populações das espécies alvo para a definição de ações emergenciais para sua conservação especialmente Butia eriospatha-VU, Butia exilata-CR; Butia microspadix-VU; Butia pubispatha -Não avaliada; Trithrinax acanthocoma- VU. Transformação: Com as informações geradas neste projeto, será possível a implantação de ações emergenciais para conservação das espécies e a inclusão das espécies alvo em políticas públicas de conservação da biodiversidade. Estratégia: Para a localização de novas populações das espécies alvo, será realizada modelagem de distribuição de espécies, busca em imagens de satélite e busca em campo. A modelagem servirá para avaliar a persistência das espécies frente a mudanças no clima e no uso da terra, serão coletados in situ dados das populações localizadas. Serão elaborados artigos científicos e documentps para conservação e o manejo das espécies. Resultados para conservação: As cinco espécies terão ações emergenciais de conservação desenvolvidas, coleta de sementes e estudos de germinação, e produção de mudas. Butia pubispatha terá avaliação de status de ameaça segundo critérios do CNCFLORA.

Mobilizando a comunidade de restauração para salvar da extinção as espécies de árvores ameaçadas da Floresta com Araucária

(Mobilising the restoration community to save the Araucaria Forest’s threatened trees species from extinction)

Ano de início: 2017

Ano de término: 2020 (finalizado)

Financiadores: Fauna & Flora International (FFI)

Espécies foco: Todas as espécies raras e ameaçadas produzidas no viveiro. 

Resumo:

Principais resultados: 1. Informações novas e aprimoradas sobre distribuição, status de conservação e requisitos de germinação e plantio disponíveis para apoiar esforços de conservação e restauração novos ou mais eficazes para as espécies de maior prioridade. 2. A diversidade e a quantidade de árvores ameaçadas produzidas para restauração aumentam, por meio de mudanças na prática, nas habilidades e no conhecimento dos principais viveiros. 3. Aumento da diversidade e quantidade de árvores ameaçadas plantadas em projetos de restauração, por meio de mudanças nas políticas, práticas e atitudes das principais iniciativas de restauração e ONGs. 4. Populações de uma variedade de espécies ameaçadas são estimuladas pelo plantio e sobrevivência de mudas de árvores ameaçadas dentro de fragmentos florestais seguros. 5. Os resultados 1 a 4 podem ser sustentados além da duração do projeto, sob a liderança de uma ONG com uma fonte diversificada e sustentável de financiamento.

Sumary:

The expected outcomes: 1.    New and improved information on distribution, conservation status and germination and planting requirements available to support new or more effective conservation and restoration efforts for highest priority species.  2.    The diversity and quantity of threatened trees produced for restoration increases, through change in practice, skills and knowledge of major nurseries. 3.    Increase in diversity and quantity of threatened trees planted in restoration projects, through changes in policies, practices and attitudes of major restoration initiatives and NGOs. 4.    Populations of a variety of threatened  species  are boosted through planting and survival of threatened tree seedlings inside secure forest fragments. Outcomes 1-4 can be sustained beyond the lifetime of the project, under the leadership of an NGO with a diverse and sustainable source of finance.

Estratégias de Conservação de Butiá (Butia eriospatha) em Palmas, Paraná

(Conservation Strategies for Butiá (Butia eriospatha) in Palmas, Paraná)

Ano de início: 2019

Ano de término: 2020

Financiadores: Prince Bernhard Nature Fund 

Espécies foco: Butia eriospatha

Resumo:

Butiá é uma palmeira endêmica e vulnerável segundo a Lista de Espécies Ameaçadas (IUCN), cuja área de a ocorrência no Paraná é principalmente em Assentamentos Federais. Os assentados não valorizam, pois não sabem de sua importância ecológica ou potencial econômico, porque em dificuldades financeiras, os agricultores preferem derrubar o butiá para aumentar sua "área produtiva", dessa forma, a espécie se encontra fortemente ameaçada pela agricultura e pecuária. Este projeto visa conservar as populações de butiá no município de Palmas, Paraná, por meio de pesquisa, capacitação, educação ambiental, estímulo à produção de mudas e incentivo à economia sustentável uso da espécie.

Sumary:

Butiá is an endemic and vulnerable palm according to the list of threatened species (IUCN), whose area of occurrence in Paraná is mainly in Federal Settlements. The settlers do not value it, which does not know its ecological importance or economic potential, being strongly threatened by agriculture and livestock, because in financial difficulties, farmers prefer to overthrow the Butiá to increase their "productive area". This project aims to conserve Butiá populations in Palmas City, Paraná, by means of research, training, environmental education, stimulus to the production of seedlings and incentive to sustainable economic use of the species.

Avaliação do risco de extinção da flora da Floresta com Araucária e o incremento de populações em áreas protegidas

Ano de início: 2016

Ano de término: 2018 (finalizado)

Financiadores: Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza (FGBPN)

Espécies foco: Mimosa strobiliflora, Curitiba prismaticaButia pubispatha entre outras.

Resumo:

Apenas 11% da flora brasileira descritas foram avaliadas quanto ao risco de extinção, e dessas, 47% encontram-se em categorias de ameaça, porém, somente 13% estão englobadas em Planos de Ação Nacional para sua conservação. Nesse contexto, o presente projeto objetiva (1) gerar informações para subsidiar a definição do risco de extinção de espécies da floresta com araucária que ausentam reconhecimento oficial quanto ao grau de ameaça, assim como (2) implementar plantios de enriquecimento em áreas protegidas. Para tal, serão selecionadas pelo menos 30 espécies com base nos dados obtidos pela Sociedade Chauá no estudo das espécies raras e/ou ameaçadas da floresta com araucária no Paraná, segundo Hoffmann et al. (2015). Por meio do apoio do Centro Nacional de Conservação da Flora (CNCFlora), a proposta utilizará o Sistema CNCFlora, plataforma desenvolvida afim de organizar e estruturar as informações das avaliações de risco de extinção. O fluxo de trabalho das avaliações de risco de extinção segue as seguintes etapas: 1) seleção das espécies; 2) análise de dados; 3) validação; 4) cálculos espaciais; 5) revisão; 6) avaliação de risco de extinção; 7) mapas de distribuição das espécies. Para implementação de plantios de enriquecimento, será realizada a coleta de sementes em algumas das 1029 matrizes de 40 espécies georreferenciadas pela Sociedade Chauá, as quais serão destinadas para a produção de pelo menos 2.000 mudas, para reintrodução e monitoramento em duas áreas protegidas: Floresta Nacional do Assungui e Parque Municipal Newton Puppi, ambas em Campo Largo, PR. Tendo em vista que a definição quanto ao grau de ameaça é uma importante ferramenta para a criação de políticas públicas, incluindo planos de conservação, espera-se que espécies que ainda não são oficialmente ameaçadas sejam alvo de futuros Planos de Ação Nacional, assim como, o enriquecimento com mudas em áreas protegidas seja efetivo para garantir a viabilidade e perpetuação das espécies selecionadas no ambiente natural.

Capacitando viveiros de árvores para o cultivo de espécies ameaçadas no sul do Brasil

(Empowering tree nurseries to grow threatened species in southern Brazil)

Ano de início: 2019

Ano de término: 2020

Financiadores: Conservation Leadership Programme

Espécies foco: Butia eriospatha

Resumo:

A Floresta com Araucária no Brasil contém mais de 350 espécies de árvores. É um dos ecossistemas mais ameaçados da Mata Atlântica da América do Sul, senão do mundo, com menos de 0,8% de floresta primária remanescente. Como resultado, muitas espécies de árvores desse ecossistema estão altamente ameaçadas e precisam ser restabelecidas nos fragmentos restantes para promover sua sobrevivência a longo prazo. Apenas 17% das 40 espécies de árvores ameaçadas do ecossistema são produzidas em viveiros estaduais, o que significa que a maioria das espécies ameaçadas não está incluída nos projetos de restauração locais. As principais razões para isso são a falta de fontes conhecidas de sementes e a falta de conhecimento sobre a germinação e os requisitos de crescimento para essas espécies. Assim, o objetivo geral desta proposta é permitir que viveiros governamentais (grandes produtores de mudas para restauração) cultivem espécies ameaçadas e implementem pomares de sementes como ferramenta de conservação ex situ. Os principais objetivos são: 1) incentivar os viveiros locais a cultivar espécies ameaçadas da Floresta com Araucária; 2) garantir que os viveiros tenham as habilidades e conhecimentos necessários para cultivar espécies ameaçadas, melhorando seu nível de produção; e 3) criar pomares de sementes de espécies ameaçadas como ferramenta para a conservação ex situ..

Sumary:

The Araucaria Forest in Brazil contains more than 350 different tree species. It is one of the most threatened ecosystems within the South American Atlantic Forest if not the world with less than 0.8% of primary forest remaining. As a result, many tree species of this ecosystem are highly threatened and need to be re-established in the remaining fragments to promote their long-term survival. Only 17% of the ecosystem?s 40 threatened tree species are produced in state nurseries, meaning that most threatened species are not included in local restoration projects. The main reasons for this are lack of known seed sources, and lack of knowledge on germination and grow requirements for these species. Thus, the overall goal of this proposal is to enable government nurseries (major producers of seedlings for restoration) to grow threatened species and to implement seed orchards as a tool to ex situ conservation. The main objectives are: 1) To encourage local nurseries to grow threatened species from the Araucaria Forest; 2) To ensure that nurseries have the skills and knowledge needed to grow threatened species improving their production level; and 3) To create seed orchards of threatened species as a tool to ex situ conservation.

Avaliação dos serviços ecossistêmicos em escalas regional e local: subsídios para políticas públicas para a conservação da Mata Atlântica

Ano de início: 2012

Ano de término: 2017

Financiadores: Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza (FGBPN)

Espécies foco: Todas as espécies raras e ameaçadas produzidas no viveiro. 

Resumo:

Identificar o valor econômico dos serviços ecossistêmicos é essencial para revelar seu valor social, pois esta fornece uma métrica comum que facilita as comparações entre atributos e diferentes cenários ecológicos nas avaliações políticas. Neste contexto pretende-se avaliar os diversos serviços ecossistêmicos da Mata Atlântica nas escalas regional e local, através da seleção e quantificação dos mesmo dentro das principais categorias como o de provisão (% área agricultável, produtividade marinha), regulação (biodiversidade, sequestro de carbono) e cultural (ecoturismo). A coleta de dados irá abranger toda a extensão da Mata Atlântica através do mapeamento e análises para verificar as interações entre os serviços (trade-off e sinergias), além de identificar locais onde se concentra o maior número de serviços (hotspot de serviços ecossistêmicos) e de biodiversidade. Na escala local será realizada a valoração econômica dos principais serviços ecossistêmicos da APA de Guaraqueçaba e de acordo com as características físicas do ambiente gerar um mapa do capital natural e a partir de dados de opinião pública um mapa do valor social da região.

Cadastro de matrizes porta-sementes de espécies raras e ameaçadas da Floresta com Araucária

Ano de início: 2011

Ano de término: 2012

Financiadores: Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza (FGBPN)

Espécies foco: Todas as espécies raras e ameaçadas produzidas no viveiro. 

Resumo:

O presente projeto subsidiou um incremento de ações de conservação de espécies raras e/ou ameaçadas, fornecendo informações sobre plantas matrizes, as quais foram utilizadas para coleta de sementes, produção de mudas e pesquisas científicas. Foram cadastradas 492 matrizes porta-sementes.

 

Acesse os dados de matrizes aqui.